Como a tecnologia pode contribuir para a educação?

Provavelmente, o primeiro assunto que vem à cabeça, quando se diz século 21 é: tecnologia. Hoje se faz tudo com rapidez, com praticidade e por que não, de forma mais divertida?

No post passado, falamos sobre novos métodos de ensino nas salas de aula, quando citamos a Aula Invertida e o Ensino Híbrido como caminhos alternativos que já são, comprovadamente, mais eficientes para uma sala mais participativa e um ensino mais dinâmico. Se você perdeu, acesse aqui.

O Colégio Beka está sempre buscando novas alternativas para que a linguagem dos jovens de hoje, que estão muito mais antenados do que em épocas passadas, seja uma estratégia para o caminho da aprendizagem.

“Estamos no século XXI, não tem como dar aula como se dava há 10 anos”, diz Glaucia Brito, professora do departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e especialista em Tecnologia na Educação. Para ela, a maioria das escolas está atrasada. Os jovens são outros e os professores precisam se transformar para seguir essa mudança.

A fim de facilitarmos para que Aula Invertida e o Ensino Híbrido ocorram de maneira leve para os nossos alunos, o uso dos Ipads e o incentivo da leitura do conteúdo tecnológico didático em suas casas são muito explorados.

IMG_3384

Esses Ipads são usados pelos professores e pelos alunos também. Desde cedo, em algumas aulas preparadas com essa ferramenta da tecnologia, são utilizados objetos educacionais do meio digital como: vídeos, imagens, infográficos, jogos didáticos, aplicativos pedagógicos, avaliações online (como quiz), e algumas pesquisas na internet com orientação dos professores, para conduzi-los e ensiná-los a buscarem em sites com matérias confiáveis.

Tudo depende do nível que estão cursando, mas temos uma política rigorosa de acesso à internet para que esse caminho da era digital seja um facilitador para os alunos participarem mais e aprenderem de acordo com o seu mundo atual. Redes sociais, downloads, site de jogos e conteúdos para maiores, por exemplo, são bloqueados.

Acreditamos que não só a vontade dos alunos em aprender com essa didática seja importante. Afinal, os jovens sabem tudo de tecnologia, certo? No entanto, eles precisam ser orientados corretamente quando mesclamos o digital com o pedagógico. E por esse motivo, diversos treinamentos ocorrem com os professores e coordenadores no colégio, com auxílio de nossa proposta pedagógica Unoi.

 Segundo nossa coordenadora do Fundamental II e Ensino Médio, Talita Capodeferro, é fundamental olharmos a tecnologia que está a nossa volta e aplicarmos, de maneira correta, em nossas vidas. “A tecnologia está mudando a forma como produzimos, consumimos, nos relacionamos e, até mesmo, como exercemos a nossa cidadania. Agora é a vez de transformar também a maneira como aprendemos e ensinamos…”.

Fonte: Gazeta do Povo