O bastão que fala – Educação Social

Projeto: Educação Social

Tema:  O bastão que fala

Turma : 4ºano

Disciplinas  envolvidas: Artes, Educação social  e Redação.

 

Objetivo: Estabelecer critérios de conduta social com os alunos; Levar o aluno a reflexão para aceitar a opinião do outro; Respeitar as diferenças; Criar regras com a sala, compromissos, responsabilidades e combinados.

História do bastão que fala: O bastão que fala é um instrumento usado por muitas tribos indígenas das Américas, toda vez que uma região ou conselho é convocado.

Por meio dele permite – se que cada pessoa apresente seu Sagrado Ponto de Vista. Durante a reunião somente a pessoa que está segurando o bastão tem o direito de falar naquele momento. As crianças indígenas aprendem a ouvir desde os três anos de idade e a respeitar o ponto de vista de outras pessoas. Isso não quer dizer que não possam discordar, mas estão obrigadas por sua honra pessoal a permitir que cada um expresse seu Sagrado Ponto de Vista.

Segundo o livro As cartas do Caminho Sagrado, o bastão que fala deveria ser construído assim: Pede – se a mãe árvore um pedacinho do seu corpo (galho)  agradece a árvore regando – a e dando a mãe terra um presente – um fruto. Porém, em sala devemos fazer o bastão com um galho seco, ou um pedaço de cabo de vassoura com a medida que cada um achar melhor. Deve – se pintar ou amarrar tiras coloridas no bastão, cada cor tem um  significado.

Vermelho / fé

Amarelo/ amor

Azul/intuição

Verde/ vontade

Rosa/ criatividade

Branco/ magnetismo

Roxo/ cura e gratidão

Laranja/ parentesco com todas as  coisas vivas

Cinza/amizade e sabedoria

Marrom/ conexão com a Mãe Terra

Preto/ harmonia e audição.

Com o uso do bastão que passa de mão em mão, cada aluno fala uma regra para o grupo. Esta regra é escrita em um cartaz coletivo para reflexão de todos.

O projeto direciona o comportamento do aluno e do grupo para o respeito, com o próximo e a troca valiosa de informações.

 

                                                                                                                                            Até a próxima.

 

 

 

People in USA purchase more remedies per person than any other area. The availability of medicaments marketed by companies is distinctively a contributing point to prescription medicine abuse epidemic. Certain remedies are antifungal medicines. There are only couple of examples. Have a question about Viagra or “viagra stories“? How you can read detailed data about “buy generic viagra“? The most vital aspect you must look for is “sildenafil“. A medical review found that about 14 percent of men taking Wellbutrin reported sexual dysfunction. Ask everyone and he will answer that any preparation has side effects. Never take more than the recommended dose of Viagra. If you are inclined to think that someone might have taken an overdose of this remedy, go to the emergency department of your local hospital at once.